Páginas

sexta-feira, 29 de junho de 2012

Música interativa

Fui ver a defesa de doutorado de Cristiano Figueiró ontem. Ele apresentou um sistema computacional criado por ele mesmo para fazer "música interativa" que é, nas minhas palavras, aquela música que faz interação entre instrumentos e software, ao vivo. Ele foi apresentando como construiu esse software e que interações musicais ele pode fazer. Incrível ver o negócio sendo montado ali, na hora. Muita gente faz isso hoje, mas pouquíssima gente faz isso BEM. Cristiano foi uma das melhores exceções que eu já vi. ;)

Fico impressionada como essa conexão música-tecnologia hoje é fundamental. Ao ponto de nem conseguirmos pensar numa coisa sem a outra. Pra falar da mais básica tecnologia, uma professora nossa estava nos contando como foi sua graduação em Composição, e confessou que, se ela gastava 3 dias para compor algo, eram mais de 10 apenas escrevendo a peça. "Imagine escrever pra uma orquestra inteira. Errar uma nota no último sistema e ter que reescrever a página inteira." Meu Deus, como é que pode? Hoje é tão fácil, escreve e deleta no Finale e acabou.

E os programas de gravação? Um músico que conheci também me apresentou esse software - Ableton Live - um software comum, mas que foi pensado originalmente para fazer essas performances interativas ao vivo. Ele guarda arranjos das coisas que você fez, um negócio impressionante.

Hoje mesmo no ensaio, conversamos sobre pequenas inserções tecnológicas, pedaleiras, placas de som e samplers de computador. Estou adorando entender um pouco mais disso e acho que vou arriscar brincar disso mais vezes. Vamos ver se aprendo a mexer nessas loucuras. Aventura muito gostosa!

segunda-feira, 25 de junho de 2012

A Menina Edital

Olá, olá.

Ando sumida porque agora virei a "menina edital". Escrevendo e inscrevendo um milhão de projetos ao mesmo tempo (mentira, 5), argh! E aí toda vez que sento no computador é pra escrivinhar, escrivinhar, escrivinhar. Desculpaêêêêê!!

As pessoas andam me perguntando sobre os shows. "Calma, calma, não criemos pânico!" Os shows agora só em agosto ou setembro. Mas estou construindo com todo carinho e atenção esse show que, como vocês já sabem, é o lançamento do meu trabalho solo. Nas palavras dos músicos, tem sido muito "divertido" e acho que isso é o mais importante. Fazer arranjo é uma coisa que eu gosto muito, tanto de músicas dos outros quanto das minhas, e temos feito isso. A coisa está saindo muito mais coletiva do que eu pensei, o que é ótimo, adoro fazer coisas em conjunto.  :)

Tem outras coisas de produção também acontecendo, daqui a pouco coloco aqui também.

Agora que passou o São João, agora sim, entramos no segundo semestre. O semestre em que, a gente já sabe, tudo vai acontecer! Iupiiiiii!!!

Beijos beijos.