Páginas

domingo, 24 de março de 2013

Pradarrum

Hoje foi um dia LINDO!! Estou me sentindo uma deusa do ébano, a luz gloriosa da África. Hiahiahiahi! Brincadeira. Só porque toquei atabaque e fiz uma cuíca! :)

Rolaram umas oficinas super bacanas no Teatro Solar Boa Vista. Tivemos aula de atabaque com Gabi Guedes e de construção de cuíca, com Giba Conceição. Olhem o meu, como ficou lindo:


Eu que fiiiiiz!!! (E estou aqui com o dedo queimado. Argh!)

Depois...puxa vida, teve esse show lindíssimo de Gabi: o Pradarrum. Ele juntou toques de percussão do candomblé com uns arranjos muito lindos do filho dele, Felipe Guedes. Pegadas de jazz, salsa e até rock. Juntou excelentes músicos de tradição na música instrumental (Ldson e Marcelo Galter, Tito Oliveira, Ito Bispo) e, junto com Giba Conceição...putz, a-r-r-a-s-o-u!

Gostei que Felipe não fez esforços pra adaptar a guitarra ao instrumento principal do show, obviamente, a percussão. Ao contrário, deixou a guitarra no seu papel, executando trechos dentro da linguagem guitarrística mesmo. Isso fez a percussão se destacar e ficar ainda mais linda. Não gostei muito do trecho que ficou mais rock'n roll, porque tampou um pouco toda a percussão, mas...era um solo. Por um momento, foi bom.

Ficaram lindas as dobras do piano com a guitarra. Perfeitas. Simétricas. Muitas vezes complementares. Quando Ito dobrava com o sax...ficava assustadoramente encorpado. Harmonia segurando bem a onda, pra percussão ficar à vontade e solar. O show constou de uns 5 ou 6 temas, todos inspirados em orixás e na cultura do candomblé: Encruzilhada, Canto para Mãe Senhora, um tema inspirado em Oxalá, Guede's Groove (risos). Ana Paula Albuquerque fez uma participação tão linda e forte e cheia de sentimento. Foi lindo revê-la. Assim. :)

Fantástico usar as tradicionais claves da percussão: em 3-2 e 2-3, segurando a onda para acordes super jazzísticos e improvisatórios, como Marcelinho fez. Graças a Deus o baixo era de Ldson, porque estava muito alto na equalização, mas ele soube baixar e deixar naquele lugar agradável e audível. Ele fez um ou dois solos muito lindos, como sempre, mas gostei particularmente dos grooves que criou. Adequados, seguros, dançantes e se encaixando de um jeito tão complementar à percussão, que era quase parte dela. Tito também segurou tudo muito bem, com aqueles dois percussionistas quebrando tudo nas claves mais complicadas. Não curti muito o solo dele, somente. Achei pouco explorado, na verdade.

Falar o quê de Gabi? Hihihi, é aquela figura que todo mundo já sabe. Fala o que tem vontade, toca o que sente e como quer. Achei as composições dele muito, muito criativas mesmo. Os arranjos de Felipe fizeram tudo ficar muito mais especial, mas estava claro o que ele fez. A matriz rítmica estava toda lá. Reconheci minha Bahia no meio daquele jazz. Foi muito lindo mesmo. E ele fica à vontade nos improvisos, né? Gostei especialmente de um que ele fez nas congas, sentado. Me senti num túnel do tempo, no meio de uma senzala, com aquele Solar todo escuro.

A iluminação foi tão boa, avermelhada, principalmente, sobre o cenário, cheio de detalhes e desenhos geométricos, de estampas africanas (vejam a a foto). Muito bonito, transportável, num material meio orgânico (assim parecia. madeira?). Puxa, mas quero mesmo é falar de Giba. (sorriso) Eu fiquei BESTA com ele tocando. Uma parceria silenciosa, harmoniosa, de total apoio ali a Gabi. Uma energia forte, alegre, mesmo quando estava sério. Uns efeitos lindos, em pequenos detalhes. Uns solos groovados - diferentes dos de Gabi, mais "enlouquecidos".

Enfim, estou extasiada. Que dia lindo! Adorando toda essa movimentação no Solar também. Já não era sem tempo! :D


terça-feira, 19 de março de 2013

Amanhã e junho


Vai ser o melhor mês de junho de todos os meses de junho do mundo!!!!

7 de junho - meu aniversário
9 de junho - Esperanza Spalding no TCA
12 de junho - Pat Metheny no TCA

Uaaaaaaaaaaaau!!!!!

Vai ser o melhor dia dos namorados que as pessoas com e sem namorado já tiveram. :D

Bem, mas enquanto junho não chega...vamos me ver amanhã!!!

Participação no show do Duo Xará
Centro Cultural de Plataforma
Salvador
5 conto a inteira

:*

sábado, 16 de março de 2013

First Cicle


O primeiro dos 3 petit shows que vão rolar esse mês...foi bem mais ou menos. :/  Foi lá na Escola, como avaliação de uma disciplina. Eu já disse como eu e todo mundo fica nervoso nessas avaliações. É engraçado, um bocado de músico safo, mas só porque está tocando na Escola, rola um nervoso. Eu devia fazer um estudo psicológico do tema.

De modo geral, fomos todos mais ou menos, uns bem terríveis (como eu cantando numa música lá) e outros incrivelmente lindos (como o pianista em outra música). Enfim, uma média de "mais ou menos". Ao questionar o professor sobre o que ele ele acha que aconteceu conosco para sair "mais ou menos", ele disse que, além do incomum nervosismo, nos faltou "apuro técnico".

- Não faltou artiticidade, expressão nem criatividade. Mas senti falta de apuro técnico.

Acho que já escrevi aqui outro dia sobre um momento em que vivi o contrário. Em que várias pessoas me diziam: "Ellen, você canta lindo, mas está faltando você lá, você se expressar."

Que coisa! Argh! Você se dedica pra um lado, melhora, e o outro descamba. :S Tem que cuidar de tudo mesmo, estão vendo?

Outro professor deu a idéia de fazermos uma tabela de acompanhamento do nosso estudo. Colocar o que queremos estudar semanalmente de diversos assuntos: harmonia, instrumento, técnica, repertório, blá, blá, blá. Está sendo bem organizador fazer isso. Dá pra entender meu ritmo de estudo. E posso ver lá perfeitamente porque a expressividade melhorou e o apuro técnico caiu. Oh, meus sais!

Então vamo lá, chega de papo e vamo estudar.

Beijos.

segunda-feira, 11 de março de 2013

Shows de março

Hum...fiquei em silêncio esses dias todos preparando uma surpresa pra vocês, mas...as coisas nunca saem nas datas que eu prevejo, então fica declarado que não uso mais essa tática do silêncio. Porque tantas outras coisas bacanas vão acontecendo durante, e eu acabo não contando pra vocês, que coisa. :P

Bom, no momento o que mais se destaca é que estou em fim de semestre na faculdade. (risos) É um momento completamente insano, em que a minha vida, já de tanta correria, começa a ser de surto psico-físico (se é que isso existe). Mas também é legal ir vendo os resultados finais dos meus aprendizados.

Hoje quero só destacar pra vocês os shows que vou fazer em março. São pocket shows e participações em shows de amigos, mas...pra quem quer me ver cantar, tá valendo. ;)

1o o dessa semana, que é a apresentação final de uma disciplina chamada Música de Câmara. Vai ser lá na Escola de Música, as 15h. As músicas são bem complexas e bonitas. Nosso professor - Rowney Scott - ainda vai dar a graça de uns solos magníficos. Sem falar em todos os outros colegas, excelentes músicos: Leo Raposo, Daniel Dantas, Artur Paranhos, Janco Bystron, Priscila Santana, Camilo Bicca. Realmente imperdível, pra quem puder ir no horário!

Depois vou fazer participação no show Xará, de Eduardo Pereira e Harlei Eduardo, que é um dueto super interessante de voz, violão e percussão, que se utiliza de live act (uma música eletrônica criada na hora) e outros efeitos midi muito bacanas. No Espaço Cultural Plataforma, dia 20, as 20h.

E por fim, dia 26/3, que é uma terça-feira, as 16h, teremos o lançamento do livro da minha amiga poetisa Ânia Reis (e outros dois colegas), na Biblioteca Central da Ufba, com música, teatro, poesia, sorrisos e eu! Hihihi. Vou fazer uma participação musical nesse momento tão importante. Iupiiiii!!!

Para mais informações, olhem detalhes na página de Shows.

Apareçam! :)